Vocação acertada: Futuro Feliz.


Deus colocou-nos nesse mundo para os outros.”
Esse era o título de um livro do Padre Zezinho, que li há muito tempo.
Confesso que esqueci muitas coisas do livro, mas o título ficou marcado. É uma “verdade verdadeira”, como se diz no interior. 
Afinal, todos buscamos a felicidade, não é?
Hoje em dia o “mundo” nos oferece um leque de possibilidades para “ser feliz”:
“seja assim, vista isso, dessa marca, dessa cor, que tal artista usa…”, etc.
Todas as receitas de felicidade com prazo de validade.
Descartáveis quando saem de moda…
Afinal, felicidade é um projeto interior.
“Não é lá fora, mas dentro, que faz bom ou mau tempo”, já dizia um ditado.
Se você, jovem, consegue construir seu projeto de felicidade a partir do seu interior e tem isso bem consolidado, bem claro, então podem mudar as condições externas, que mesmo abalado, não irá desistir. As coisas podem sair de moda, mas os seus princípios não. Aquele em que você acredita, não.
Eu creio que ser feliz tem a ver com acertar a própria vocação, como diz o livro.
Opa ! Mas o que é vocação, mesmo?
Vocação é uma palavra que deriva do latim VOCATUS, que quer dizer, Chamado.
Chamado de quem? Para quem?
Chamado de Deus! Pra você!

Esse chamado, a vocação, se refere àquilo que Deus pede de você como missão no mundo. Não só em termos profissionais, mas como caminho de vida. Que tipo de pessoa eu quero ser? Que significado quero ter na vida das pessoas? Que lugar quero ocupar nesse mundão?
Dom Bosco dizia que “Deus colocou-nos nesse mundo para os outros.”
Ao longo do tempo muitos, encontrando sua vocação, encontraram o sentido para suas vidas e marcaram a história. Casados, leigos e leigas consagrados, sacerdotes… fizeram do seu viver uma doação aos que mais necessitavam, sem abdicar da própria felicidade. Pelo contrário, encontraram justamente nisso seu modo de ser feliz.
Você, jovem, que tem energia e deseja um mundo melhor… Não seria hora de pensar seriamente no chamado que Deus faz a você? A juventude é uma das fases mais belas da vida. Não há porque desperdiçá-la vivendo de modo superficial. O chamado de Deus é pra já, pra você !
Pergunte-se: “Senhor, que queres que eu faça?” Nos seus momentos de silêncio e de oração, permita-se ouvir a voz de Deus. Permita-se também observar os sinais de Deus na natureza e nos acontecimentos desse nosso mundo, que nos pede uma resposta.
Que Jesus nos ensine a termos um coração grande, que sabe amar sempre mais e de forma verdadeira, para que possamos responder com generosidade a esse chamado.
Ele espera o seu SIM.