Há quem acredite em nós!


    Quando se experimenta o amor de Deus, somos impulsionados a quebrar várias barreiras no nosso coração!
Barreiras que nos afastam de Deus, que não temos coragem de derrubá-las. O Amor de Deus nos leva a quebrá-las, nunca total radicalidade! Isso, para que possamos ver a bela paisagem que há logo após aquele muro, muito mais satisfatório do que o medo de quebrar aquela barreira e não ser feliz.
            Essa é a radicalidade do coração jovem = do coração que experimentou a Deus. E que por essa radicalidade, quebra todas as muralhas para ser SANTO! O amor de Deus nos dá uma visão nova da vida, nos dá a força para dizer Não ao pecado todos os dias, nos faz ir além, e mais! Nos tira da superficialidade! O homem pode dizer que alguns jovens são superficiais, mas não pode dizer o mesmo dos jovens que experimentaram o amor de Deus! Porque estes ganharam um novo rumo nas suas vidas, e tem a coragem, de mergulhar profundo, de quebrar barreiras, vencer distâncias, disputar por algo que realmente lhes satisfaz!
            Ciente dessa verdade, o papa Bento, coloca toda sua esperança nos jovens e diz: “Os jovens não são tão superficiais como se diz deles. Eles querem saber realmente o que é a vida.”
            E como se aprende a vida? Vivendo! Mas com uma vida consciente! Uma vida que seu sentido provem do Amor de quem nos criou: #Deus.

            Grande abraço,