Princípios de uma amizade verdadeira

Amigo fiel é uma poderosa proteção, quem encontrou esse amigo descobriu um tesouro”. (Cf. Ecl 6, 14) A verdadeira amizade consiste em pessoas que foram unidas por Deus para viver uma comunhão de vida, trilhar um caminho, desafios, conquistas. Pois a amizade cristã é um Dom e nasce da amizade com Deus. Hoje as pessoas carecem de verdadeiros relacionamentos, pautados na Verdade e no crescimento humano e espiritual. Uma verdadeira amizade não tem preço, se conquista, e se cativa dia a dia: “Ao amigo fiel não há nada que se compare, pois nada equivale ao bem que ele é”. (Ecl 6,15). Por isso, acredito que Deus me inspirou esse propósito, para vivermos melhor e com maior profundidade o sentido de uma verdadeira amizade. Deus me inspirou no encontro com alguns amigos estes simples princípios para que nós pudéssemos viver melhor nossa amizade:

1 - Estreitaremos os laços de amizade, partindo de que a amizade é uma coisa Divina, um Dom de Deus para caminharmos nesta terra. Por isso, não viveremos nada sozinhos, sempre estaremos em comunhão vivendo o princípio da partilha e da transparência;
2 – A Oração será o primeiro meio de nos comunicarmos e de intercedermos uns pelos outros. Alimentaremos nossa amizade e cresceremos no conhecimento e no amor através na oração. Por excelência na Santa Eucaristia, celebrada e adorada onde levaremos nossas causas para o altar do Senhor. Aqui entra a intercessão do nosso amigo São Pe Pio. Outra oração simples que nos acompanhará será o Terço com a Virgem Maria, apresentaremos tudo a Nossa Senhora como os serventes das bodas de Caná fizeram e ela intercederá a Jesus por nós. A Oração será o primeiro Alimento de nossa amizade.
3 – Nosso objetivo é alcançarmos juntos a santidade e a felicidade. Viver bem nossa caminhada, nossa vocação e vida cristã como cidadãos no mundo. É bom saber: EU NUNCA ESTOU SOZINHO! Pois o nosso melhor amigo disse: “Eu não vos deixarei órfãos, mandarei o Espírito Santo”. E disse também: “Estarei convosco até os fins dos tempos!”.
4 – Um dos sentimentos mais nobres da verdadeira amizade são a liberdade e a verdade que se tem com a pessoa amiga, com os amigos somos o que somos sem medo de não sermos aceitos. Ao mesmo tempo aquele que deseja crescer numa amizade precisa ter o coração aberto para acolher a direção e formação que nos vêem pela liberdade e verdade do outro. Pois o amigo é nas mãos de Deus um instrumento que nos lapida a alma. O amigo é o garimpeiro das preciosidades do nosso coração.
5 – Respeito e a confiança são fundamentais em qualquer relacionamento, por eles você consegue abrir os olhos, mudar os pensamentos e convencer o coração de qualquer amigo. Respeito e confiança só se adquirem com o tempo, “depois que você comeu um ‘kilo de sal’ juntos”;
6 – Para nunca estagnar no crescimento da amizade é preciso viver um principio do Pequeno Príncipe: “Tu és eternamente responsável por aquilo que cativas” (O Pequeno Príncipe Saint-Exupéry). O amigo é alguém que nós vamos conquistando todos os dias, quando achamos que já conhecemos tudo ainda não conhecemos nada. É uma nascente de água, quanto mais cavamos mais brota.
É simples e é maravilhoso saber que eu tenho amigos que fazem comigo uma caminhada, que nos levará para o céu… As pessoas que estreitaram entre si os laços são trazidas por Deus de maneira simples e reveladas ao coração, não porque elas merecem, mas porque elas precisam, por isso, são pessoas escolhidas, vocacionadas a amizade. A vida cristã e o Carisma Canção Nova me deram à oportunidade de fazer verdadeiras e profundas amizades, que me ajudam a crescer, a conhecer mais a Deus e a mim mesmo, a melhor servir a Jesus meu mestre e meu melhor amigo. Hoje eu rezo por todos os meus amigos que conquistei e me conquistaram durante todos estes anos de caminhada. “Amigo fiel é elixir de vida longa e feliz”.
Sejam bem vindos todos que acreditam na força do Amor, da Oração e da amizade, porque com elas conquistaremos o Céu. A maior Força do mundo é o Amor!
Padre Luizinho,
            Fonte: São Pio


Foto : Lucas Lira ( Marcelo Godoi e David Lopez - Retiro Crisma 2011)