A Verdade Incomoda

“Não tenha medo, jovem. Lute para um mundo melhor. Seja de Cristo e anuncie sempre a verdade”
Estamos vivendo numa sociedade, na qual o relativismo está presente e imprimindo, nas pessoas, ideologias que as levam a opiniões e ações contrárias às que Jesus Cristo. Com o tema “Bom Mestre, que devo fazer para alcançar a vida eterna?” (Mc 10, 17), a XXV Jornada Mundial da Juventude é celebrada com a perspectiva de uma vida nova aos jovens cristãos, chamados a responder para construir um mundo mais justo e fraterno, sendo capazes de dizer ‘sim’ ao Evangelho de Cristo sem hesitar. Você está disposto?
Quando Jesus saía para se pôr a caminho – narra o Evangelho de São Marcos –, aproximou-se d’Ele um homem correndo e, ajoelhando-se, perguntou-lhe: ‘Bom Mestre, que devo fazer para alcançar a vida eterna?’. Jesus lhe disse: ‘Por que me chamas bom? Ninguém é bom, senão Deus. Sabes os mandamentos? Não matarás, não adulterarás, não roubarás, não levantarás falso testemunho, não defraudarás, honrarás seu pai e sua mãe’. O homem lhe respondeu: ‘Mestre, tenho guardado tudo isto desde a minha juventude’. Jesus, fitando nele o olhar, sentiu afeição por ele e respondeu: ‘Falta-te apenas uma coisa: vai, vende tudo o que tens, dá o dinheiro aos pobres e terás um tesouro no Céu; depois, vem e segue-me!’ Ao ouvir tais palavras, anuviou-se-lhe o semblante e retirou-se pesaroso, pois tinha grande fortuna” (Mc 10, 17-22).
Esse jovem rico negou a proposta de Jesus ao perceber que ficaria sem os seus bens, mesmo dizendo que vivia os mandamentos de Deus. O dinheiro, os prazeres, seu egoísmo foram mais fortes do que o chamado do Senhor. Percebe-se, na narrativa acima, que Jesus estava caminhando e deixou Seu caminho para atender aquele jovem. De fato, o Senhor não deixa de dar atenção a nós quando lhe pedimos algo. Ele realmente olha por cada um individualmente, sem desvios, e nos atende quando precisamos d’Ele.
“Não tenha medo, jovem. Lute para um mundo melhor. Seja de Cristo e anuncie sempre a verdade”
Hoje em dia, deixamos de ter esse encontro com Cristo e preferimos ir ao encontro daquilo que o mundo nos oferece, mas que não nos levam a lugar nenhum, como dinheiro, prostituição, prazeres, sexo, novelas, programas e “reality shows” que procuram idealizar conceitos que vão de encontro aos princípios de Deus. Sob pressão, a sociedade acaba formando falsos conceitos em vista do que ouvem e veem na mídia, o que de fato podem levar futuramente a conflitos em suas vidas.
Muita vezes, o público-alvo disso tudo é o jovem. Indecisos sobre qual posição tomar, de que lado ficar, eles possuem uma sede tremenda de buscar a verdade e nela se firmar. Quando o mundo lança falsas doutrinas e ideologias, falsos testemunhos e estilos de vida, a juventude passa a acreditar que isso é o que vale a pena e, por meio desse “novo conceito de vida”, acabam se perdendo num vasto mar de podridões.
Em vista disso, o Papa Bento XVI vem trazer em sua mensagem, na 25ª Jornada Mundial da Juventude, direções que nos remetem à fraternidade, à justiça e à paz. Ele convida os jovens a se comprometerem com a verdade, que é o próprio Cristo, e com Ele construir o futuro através de percursos sérios de formação pessoal e de estudo, para servir o bem comum de maneira competente e generosa.
Assim, é preciso que os jovens sejam reflexo da verdade para o mundo, sendo pessoas de caráter firme e comprometidas na fé em Jesus Cristo, seguindo Seus passos com amor, justiça e fraternidade. Sabemos que a verdade incomoda e, por conta disso, seremos chicoteados pelos outros, mas tenhamos certeza de que o próprio Cristo estará ao nosso lado para nos sustentar. Não tenha medo, jovem. Lute para um mundo melhor. Seja de Cristo e anuncie sempre a verdade.